Internacionalizar com Sucesso!

GloboCom a globalização, as empresas portuguesas devem ser capazes de fornecer produtos e serviços para mercados cada vez mais competitivos e globais. O maior desafio atualmente consiste em ser capaz de inovar, aprendendo com o mundo. Contando com uma vasta experiência na internacionalização, a ACL-CCIP em parceria com a ICCPortugal e com a CIEP apresenta o curso Internacionalizar com Sucesso.

Composto por três módulos, dividido em 16 componentes, este curso apresenta as principais temáticas que uma empresa deve ter em consideração ao iniciar o seu processo de internacionalização, concretizado por um painel de oradores e formadores de excelência com larga experiência nas suas áreas.

Este curso permitirá a uma empresa iniciar o seu processo de internacionalização com uma base de sustentação sólida. O conteúdo programático permite aos participantes a aquisição de uma base completa de conhecimentos e ferramentas para o processo de internacionalização das suas empresas.

A inscrição neste curso inclui 6 publicações de referência da CCI e ainda o apoio da CIEP e da ACL-CCIP na marcação de reuniões com potenciais parceiros de negócios e na preparação de uma viagem a um dos mercados do projeto “Internacionalizar Hoje” (Alemanha, Angola, Brasil, Colômbia, Espanha, EUA, França, Marrocos, Moçambique e Polónia).

Para mais informações queira consultar o anexo abaixo.

Internacionalizar com Sucesso

Helsinki Airport gets new displays as number of transfer passengers grows strongly

Helsinki-Vantaa_Finavia-OyjFinavia Finavia will introduce new displays, new languages and new passport machines to help customers and speed up transfers at Helsinki Airport.

The number of people changing planes at Helsinki Airport grew strongly in the first eight months of this year. According to Finavia, the number of the passengers transferring at Helsinki Airport to international flights grew eight percent from the previous year to 1.4 million passengers.

The proportion of people connecting at Helsinki from an international flight to another international flight was 1.1 million.

― Our successful investments in developing Helsinki Airport as a leading transit airport and our new connections to Asia, have supported the growth of passenger flows, says Ville Haapasaari, director of Helsinki Airport.

― The positive development of transit traffic gives us a number of reasons to be happy. It demonstrates that Helsinki airport has a good opportunity to grow into an even more significant international passenger traffic hub, he continues.

Helsinki Airport has invested heavily on passenger services, and it will continue to do so while facing tougher competition. According to Finavia, the airport is renewing its display system at Helsinki Airport terminals with new larger displays which “will shorten time required for transferring between flights.”

The airport will also add new languages to the system to cater especially Asian transit passengers and increase number of passport control machines.

www.finavia.fi
 MM

 

 

 

Fiscalidade no Processo de Internacionalização das Empresas Portuguesas

aicepA AICEP realiza nos dias 25 e 26 de Setembro, respetivamente no Porto e em Lisboa, uma ação, subordinada ao tema “Fiscalidade no Processo de Internacionalização das Empresas Portuguesas”. No Porto, o evento terá lugar no auditório da DRE-Norte (Rua Direita do Viso, n.º 120) e em Lisboa, decorrerá no auditório da aicep Portugal Global (Av. 5 de Outubro, n.º 101).

Na actual conjuntura, o aprofundamento da internacionalização das empresas é, para grande parte das mesmas, uma condição fundamental para a sua sobrevivência. Na maioria dos casos, esse processo implica uma abordagem a mercados fora do espaço económico em que tradicionalmente actuam.

Para além das oportunidades detectadas e o conhecimento das vantagens relativas da empresa num mercado, existe um conjunto de informações complementares, determinantes para a tomada de decisão sobre a oportunidade da sua abordagem.

Caso optem por uma presença directa (subsidiária ou sucursal), a complexidade de informação necessária à tomada de decisão aumenta: aspectos como a problemática de destacamento de colaboradores, as formas de financiamento disponíveis e os incentivos financeiros à sua disposição, quer em Portugal, quer no país de destino, são essenciais para a tomada de decisão.

De facto, entre outras temáticas, a tributação de rendimentos, a tributação indirecta das operações, os encargos fiscais e parafiscais do destacamento de colaboradores, a repatriação de capitais, e os mecanismos de saída, podem ser decisivos para a viabilização e otimização do investimento a realizar.

É neste contexto que, para o informar e debater esta problemática, a AICEP, em parceria com a KPMG no Porto, com a MAZARS em Lisboa, e com a colaboração de empresas, cujo testemunho será um complemento da maior importância, organizou esta ação temática sobre estes temas, na qual desde já, esperamos poder contar com a comparência e o contributo da sua empresa.

A participação é gratuita e as empresas interessadas poderão inscrever-se on-line até às 17h00 do dia 20 de setembro, através do preenchimento da respetiva ficha:

Para esclarecimentos adicionais, contacte o seu Gestor de Cliente.

2013-09-16 11:28
AICEP

A Embaixadora, Sra. Outi Holopainen, iniciou funções em Lisboa

Outi Holopainen IA Embaixadora, Sra. Outi Holopainen, assumiu funções como nova Embaixadora da Finlândia em Portugal, a partir do dia 1 de Setembro de 2013. Antes da sua deslocação a Lisboa, a Embaixadora desempenhou funções de Directora-Geral do departamento da política de defesa e gestão das crises, no Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Anteriormente trabalhou como Directora-Geral do departamento de controlo de armamento, como também noutras funções nos departamentos dos assuntos políticos e no departamento dos assuntos administrativos do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Finlândia. A Sra. Embaixadora Holopainen iniciou a sua carreira no Ministério dos Negócios Estrangeiros em 1988.

Rapid DNA Test Reveals Infection

Abacus DiagnosticaABACUS DIAGNOSTICA Abacus Diagnostica’s technology is based on university-driven innovations and in-house test development and production. The inventions are protected by international patent families.

Abacus Diagnostica, specialists in DNA testing and rapid diagnostics of infectious diseases, seeks brisk growth in international markets. The key to this global conquest lies in a product family that saves the healthcare sector both time and money.

— With DNA-based testing, the cause of infection can be identified quickly and reliably. Our tests decrease the response time from 2–3 days to as little as one hour compared to traditional culture-based methods. In practice, the actual work only takes about five minutes, as the analyser takes care of the rest automatically,” explains CEO Tom Palenius.

— Molecular diagnostics is experiencing strong growth and a major shift. New, exotic technologies are being developed constantly, and new technology companies are being started up at the same high pace. From a business perspective, the sector is largely controlled by major global companies, which has prompted us to select a few narrow niche areas for which we develop products.

Rapid test results

A growth company based in Turku, Southwestern Finland, Abacus Diagnostica was awarded as the winner in the European Venture Contest’s (EVC) Life Science category last year in Germany. 130 finalists had been selected for the EVC competition finals from among a group of 850 growth companies. The Finnish company focuses on hospital infections and critical infections that require rapid testing, as well as tests performed on mothers and newborns at childbirth.

The first tests were developed for the rapid diagnosis of a hospital-acquired infection, followed by a test for identifying the organism that causes antibiotic-associated diarrhoea. The company’s latest launch is a test for the detection of Group B Streptococcus, which is a major cause of serious infections in newborn babies, in particular.

— There are currently around 60 GenomEra systems in use globally, some of which are already in active use as part of routine procedures. Growth markets present a major opportunity, Palenius says.

Financing is a challenge

Country-specific product registration outside Europe is a painstaking process, though. The registration procedures in Russia and Kazakhstan are already under way.

— In Kazakhstan, the situation looks good: we might be able to start sales this year. In Russia, a lot of time and effort will still be required for registration, but we expect to be able to take matters forward there, too, by the end of next year.

The company keeps a close eye on the developments in China and India and the situation in South America, Canada and certain Middle-Eastern and Central Asian countries. The company also has co-operation partners in Israel, the United Arab Emirates and Singapore, for example.

If the second round of investor seeking currently under way is successful, the company will seek growth by rapidly expanding to several countries and focusing on broadening its test range. To date, venture capital financing has been provided by two Finnish investors.

— By global comparisons, our financing base is thin. When meeting with potential investors, they have actually been astonished to hear how far we’ve come with so little money, Palenius says with a smile.

www.goodnewsfinland.com
www.abacusdiagnostica.com
 

Business Golf Tournament

Gol originalConforme já é tradição, a Câmara de Comércio Luso-Finlandesa, em colaboração com a Câmara de Comércio Luso-Sueca e Industria Luso-Francesa, vai promover o seu CCLF Business Golf 2013, agendado para o dia 2 de Novembro de 2013, Sábado, a realizar no campo de golfe de Troia Resort.

Como nos anos anteriores, o evento é sempre uma boa oportunidade para divulgar os vossos serviços, produtos ou equipamentos e convidar potenciais clientes. As empresas podem contribuir com brindes, give-aways ou produtos de merchandissing, que utilizamos como prémios de participação. Como tal, peço desde já o vosso apoio na oferta de produtos promocionais para distribuir pelos jogadores promovendo a vossa empresa.

O custo de realização deste torneio e coberto com a angariação de vários patrocinadores, nomeadamente com o “sponsorship” de um Tee-Off pela soma de 150 euros, dando direito ao Green-Fee de um jogador, a colocar uma placa com o nome e logo da empresa do Tee-Off escolhido e a exposição dos vossos produtos junto ao Clubhouse e distribuição de outro material de divulgação incluindo a colocação de faixas ou bandeiras com o vosso logo ou marca.

Neste sentido, venho averiguar o Vosso interesse em patrocinar este evento, ou iniciativa que queiram associar a este evento, porque mais uma vez, contamos com a vossa contribuição de prémios e artigos de marketing para que todos os jogadores tenham direito a um prémio de participação.

Aproveitamos a oportunidade para, desde já, agradecer as empresas que amavelmente confirmem o patrocínio.

Durante o torneio, teremos outras actividades a decorrer para quem não seja jogador mas pretende participar no evento. Voltarei ao vosso contacto com o envio do formulário para inscrição no torneio

Outras actividades e prémios:

•             Sorteio de prémios (lotaria)

•             Weekend em Troia Resort

•             Atividades em Troia (ver golfinhos, deportes de agua)

•             Oferta de moscatel

•             Champagne e agua no campo

•             Mesa com vinhos, azeites, compotas para os não jogadores no evento

•             Golf Clinic

•             Sacos de give-aways

 Geral:

•             Data: Sábado, 2 de Novembro

•             Hora: Encontro 10h00, tee-off 10h15

•             Preço: €52 por pessoa pelo Green-Fee incluindo o almoço e um Voucher (2 por 1 para a próxima visita)

•             Almoço: preço a confirmar

•             Golf Clinic: 13h00, uma hora (preço a confirmar).