Almoço-Debate “A Retoma de Portugal”

Pires de Lima

Almoço-Debate com o Senhor Dr. António Pires de Lima, Ministro da Economia, que irá falar sobre o tema “A Retoma de Portugal“.

Organizado pela Câmara de Comércio Luso-Belga-Luxemburguesa, no próximo dia 5 de Maio de 2014, às 12h30T no  Altis Grand Hotel – Rua Castilho, 11 – 1269-072 Lisboa.

Inscrições até ao dia 2 de Maio para:

Câmara de Comércio Luso-Belga-Luxemburguesa
Avenida Duque d’Ávila, 203 – 5º
Lisboa 1050-082
Portugal
info@cclbl.com

Conferência “INTERNACIONALIZAÇÃO DAS ECONOMIAS”

 

CIE

Conferência “INTERNACIONALIZAÇÃO DAS ECONOMIAS”

Decorre nos dias 3 e 4 de Junho de 2014, no Centro de Congressos de Lisboa, à Junqueira, a Conferência “INTERNACIONALIZAÇÃO DAS ECONOMIAS”.

Um espaço de debate e encontro entre empresas e organizações do Espaço Lusófono que visa o reforço das relações económicas entre os países da lusofonia.

A iniciativa tem o Alto Patrocínio do Vice – Primeiro Ministro de Portugal e a participação do Ministro do Estado e dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Ministro da Economia de Portugal e do Secretário Executivo da CPLP, bem como, dos Membros dos Governos dos restantes países participantes.

 INSCREVA-SE ATÉ 14 DE MAIO!

Programa

Conferência 3 DE JUNHO 2014 – Centro de Congressos de Lisboa – FIL

09h30 – 10h30
Abertura
Presidente da aicep Portugal Global
Dr. Paulo Portas, Vice-Primeiro Ministro de Portugal

10h30 – 13h00
APRESENTAÇÃO E DEBATE DOS ESTUDOS NACIONAIS
Moderador: Comendador Rocha de Matos, Presidente da Fundação AIP
Eng.º Mira Amaral, Presidente Executivo do Banco BIC Português – Estudo de Angola
Dr. Humberto Freire, Administrador Geral do Banco do Brasil em Portugal – Estudo do Brasil
Dr. Francisco Mendes Palma, Director do BES – Estudo de Cabo Verde
Dr. José Maria Brandão de Brito, Director do BCP – Estudo de Moçambique
Dr.ª Maria João Carioca, Administradora da CGD – Estudos de S. Tomé e Príncipe e Timor-Leste
Dr.ª Maria Celeste Hagatong, Administradora do Banco BPI – Estudo de Portugal

Debate
 13h00 – 15h00

Intervalo para almoço

15h00 – 17h30
COMO REFORÇAR A INTERNACIONALIZAÇÃO DAS ECONOMIAS
E O RELACIONAMENTO MÚTUO
Moderador: Dr. Artur Santos Silva, Presidente da Fundação Calouste Gulbenkian
(*) Dr. Abrahão Pio dos Santos Gourgel, Ministro da Economia de Angola
(*) Dr. Mauro Borges Lemos, Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio
Exterior do Brasil
Dr. Humberto Brito, Ministro do Turismo da Indústria e da Energia de Cabo Verde
Dr. Armando Inroga, Ministro da Indústria e Comércio de Moçambique
Dr. António Álvaro da Graça Dias, Ministro da Agricultura, Pescas e Desenvolvimento Rural de S. Tomé e Príncipe
Dr. António da Conceição, Ministro do Comércio, Indústria e Ambiente de Timor- Leste
Dr. António Pires de Lima, Ministro da Economia de Portugal

Debate

17h30 – 17h30
ENCERRAMENTO
(*) Embaixador Murade Murargy, Secretario Executivo da CPLP
Dr. Rui Machete, Ministro do Estado e dos Negócios Estrangeiros de Portugal

(*) a confirmar

4 DE JUNHO 2014

09h00 – 18h00

CONTACTOS BI E MULTILATERAIS
 REUNIÕES BILATERAIS ENTRE EMPRESAS E INSTITUIÇÕES
Centro de Congressos de Lisboa – FIL

Em locais a definir, decorrerão simultaneamente reuniões (em parte do dia):

Das Universidades – iniciativa AICEP/CRUP
Das Cidades – iniciativa AICEP/UCCLA
Das Associações Empresariais – iniciativa da CE-CPLP
 
 
 
2014-04-23 11:29
 
AICEP

“Dire(i)tos ao Mar” | Sessão informativa promovida pela VdA

 

 

VDA

“Dire(i)tos ao Mar” | Sessão informativa promovida pela VdA

8 de Maio de 2014, BlueOcean | Auditório VdA, Lisboa

A VdA – Vieira de Almeida & Associados promove um evento ligado à Economia do Mar, através do seu grupo de trabalho específico para o setor – o BlueOcean – no seguimento da publicação, em 10 abril, da Lei de Bases da Política de Ordenamento e Gestão do Espaço Marítimo Nacional.

Margarida Couto e Isabel Gião de Andrade, da VdA, em conjunto Margarida Almodôvar e Conceição Santos da DGPM, discutem no auditório da VdA, numa Manhã Informativa, a Diretiva Europeia de Gestão do Espaço Marítimo, a Lei de Bases da Política de Ordenamento e de Gestão do Espaço Marítimo Nacional e os Fundos Europeus Estruturais e de Investimento 2014-2020 para o setor.

A sessão pretende informar os agentes do setor, identificando os mecanismos legislativos e financeiros para uma utilização dos recursos do mar capaz de assegurar uma adequada organização e utilização do espaço marítimo nacional, assim como contribuir para o desenvolvimento sustentável do país.

O evento realizar-se-á no dia 8 de Maio de 2014, entre as 9h15 e as 12h00, no auditório da VdA, em Lisboa

 
Favor confirmar a sua presença até ao dia 5 de maio, para os contactos:
Av. Duarte Pacheco, 26 – 1070-110 Lisboa
Tel: (+351) 21 311 3400
e-mail: mgg@vda.pt
 

 

 

 

Global Corporations Conference 2014, Cinema São Jorge, Lisboa

 

GCC

No dia 4 de junho tem lugar a Global Corporations Conference 2014, no emblemático Cinema São Jorge, em Lisboa.

Operar num mercado de 7 mil milhões de pessoas é um desafio extraordinário de aprendizagem contínua, repleto de experiências enriquecedoras que levam líderes, equipas e organizações a novos patamares de desenvolvimento e crescimento individual e coletivo. Por isso, a Global Corporations Conference – já na sua segunda edição – nasce com o propósito de inspirar líderes e organizações para o mundo, dotando-os de conhecimentos, experiências e ferramentas essenciais para uma internacionalização de sucesso.

O programa deste ano conta com dois oradores de renome internacional que trazem mensagens revigorizantes no atual panorama económico e empresarial português. São eles Nenad Pacek, Presidente da Global Success Advisors e do CEEMEA Business Group e ex-vice presidente da Intelligence Unit do The Economist Group, e Jim Stengel, Presidente e CEO da The Jim Stengel Company e ex-Global Marketing Officer da Procter & Gamble. Pacek, especialista em economia global, vem falar-nos de cinco mercados emergentes com alto valor estratégico para os próximos anos. Jim Stengel foi o líder responsável por uma estratégia vencedora que transformou as marcas e os resultados da Procter & Gamble, conferindo novos sentidos e dimensões a cada marca. Na Global Corporations Conference, Stengel desvenda os fatores essenciais para a criação de marcas verdadeiramente globais.

Para completar o programa, a Global Corporations Conference conta ainda com 5 CEOs que partilham as histórias de internacionalização das empresas que representam bem como as suas experiências na gestão de negócios globais, focando-se nos desafios que enfrentaram, nas estratégias que adotaram e na adaptação dos produtos e serviços a outros mercados e culturas.

Programa

14.00 | Registo e networking

14.45 | Abertura, por WIN World

15.00 | 5 Emerging Markets in 30 minutes, por Nenad Pacek

15.30 | 5 Global Corporations Case-Studies

  •  5 corporate studies in video
  • 5 CEOs | 1 moderator | 1 dynamic debate on stage

16.30      | Coffee-break e networking

17.00      | What Makes a Global Brand, por Jim Stengel

17.45      | Joint Conversation On Stage, com Nenad Pacek e Jim Stengel

18.15      | Encerramento, pelo Presidente da AICEP

 Para mais informações e registo, visite o website da conferência: www.globalcorporationsconference.com.

Finnish innovation combines coffee and social media

 

Paulig

PAULIGPaulig Muki converts heat to electricity that’s used to power an e-paper display, controlled via a mobile application.

Finnish coffee roastery company Paulig Ltd has developed The Paulig Muki, a smart coffee cup with TBWA\Helsinki’s new innovation unit: \Pilot. Paulig Muki is a re-usable coffee cup that makes drinking coffee a social media experience: it converts heat to electricity that’s used to power an e-paper display, controlled via a mobile application.

— Coffee is a sociable drink by nature and take away -culture is on the rise. We as a small roastery based in Vuosaari wanted to find a way to put a new spin on the re-usable cups. We didn’t want to tell the consumers how to use Paulig Muki, we are developing it together with them, says Karri Kauppila, Paulig’s head of marketing and communications.

Paulig Muki utilizes unique technology unforeseen in a coffee cup. The cup’s display uses technology which has also been used in eBooks. The cup also contains a Bluetooth Low-energy module, placed in the bottom of the cup to connect with a mobile device. The module itself receives photos via mobile application and also tells the coffee temperature with the help of its heat sensor.

— Paulig Muki placed us with the challenge of including technology into a coffee cup so that we could convert the heat energy into electricity –without compromising design. I believe we exceeded our expectations and found new ways to improve the overall experience in re-usable coffee cups. I am very proud of our team, tells Juha Matti Raunio, Vice President of TBWA.

Before the cup hits the stores in the beginning of 2015, it will go into beta testing. Consumers have the opportunity to be the first to try out the innovation by applying on Paulig’s homepage. The testing will be public and can be followed online.

Paulig Ltd coffee roaster was founded in 1876 in Finland and is still family-owned business. In Finland and the Baltic countries the company is the market leader and in Russia it is the second-largest supplier of roasted coffee.

See Movie : http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=RlAQld4kx3M

 www.paulig.com
 www.tbwa.fi 
 
Good News from Finland
 
SV

 

 

Como Elaborar o Relatório de Sustentabilidade da sua Empresa

 

CCIP

BSD Consulting explica como Elaborar o Relatóriot de Sustentabilidade da sua Empresa

23 de Abril de 2014 (14:30h – 16:30h)

Um relatório de sustentabilidade divulga o desempenho económico, ambiental, social e de gestão das empresas, independentemente do sector de actividade e dimensão. É uma importante ferramenta de prestação de contas e uma medida de transparência.

Porquê participar nesta sessão?

Identifique forças, fraquezas, riscos e oportunidades da empresa e da sua gestão;

  • Transforme a sua empresa num empregador atractivo;
  • Compreenda a metodologia de relatório GRI;
  • Saiba produzir um documento claro que corresponda às expectativas dos stakeholders;
  • Crie vantagens competitivas para a sua empresa.

Entrada gratuita mediante inscrição prévia.

Reserve o seu lugar!
Programa e inscrições : 
http://news.ccip.pt/g/-7b5b073989-6a1-d8d8cb0-76977f83e728529-857eaecn9e6Qwke5deba7B

Módulo Temático “EMBALAR para EXPORTAR”. INSCREVA-SE!

AICEP

A AICEP realiza nos dias 15 e 16 de Abril, respectivamente no Porto e em Lisboa, a acção temática“EMBALAR para EXPORTAR”. No Porto decorrerá no auditório da DRE – Norte (Rua Direita do Viso, n.º 120) e em Lisboa, o evento terá lugar no auditório da AICEP (Av. 5 de Outubro, n.º 101). Inscreva-se até 11 de Abril!

A embalagem no seu sentido mais lato, comummente designada por packaging, engloba o processo de embalamento para protecção do produto, com vista ao seu armazenamento, distribuição e venda, sem perder de vista o impacto que deve ter no consumidor final. A sua importância é crucial e pode ser determinante para a notoriedade da Marca, para o sucesso no ponto de venda e, em termos logísticos, o design da embalagem pode e deve significar avultadas eficiências de custos. Estes aspectos são ainda mais importantes em produtos destinados à internacionalização.

A Marca é um activo estratégico no processo de internacionalização das empresas, constituindo um factor de diferenciação e criação de valor e um factor de sucesso na inserção das empresas num mundo globalizado. Descubra o poder da embalagem para a criação de marcas sólidas, com uma promessa de valor relevante, credível e diferenciadora, e com a capacidade de desenvolver relações fortes e ligações emocionais com os seus públicos. Saiba como a embalagem pode expressar em simultâneo uma estratégia global e uma capacidade de adaptação e actuação local.

Por sua vez, o design é um poderoso componente estratégico para enfrentar a concorrência, visto diferenciar, agregar valor e criar identidade visual aos produtos, serviços e empresas, além da sua importância no processo logístico. Descubra como o design pode ser um importante aliado no planeamento e desenvolvimento da embalagem.

Proteger; garantir a segurança; preencher os requisitos legais e/ou comerciais de destino – as clássicas funções primárias e essenciais da embalagem evoluíram. Os desafios e as exigências dos mercados, o fluxo crescente de cargas, os modos de transporte, as rotas e a interacção de cargas tão diferentes, heterogéneas e, por vezes, incompatíveis para efeitos de transporte, tornam a embalagem (primária e secundária) um factor crucial de decisão, sensibilidade, inovação, conhecimento e até de legalidade para o sucesso das Empresas, das suas Marcas e das suas Exportações. “Desembalar a Embalagem” é a proposta, analisando-a por várias perspectivas orientadas à Exportação

Venha ouvir especialistas de todas as áreas mencionadas, bem como empresas com experiência internacional na colocação de produtos em todo o mundo, nesta sessão temática da AICEP.

A participação é gratuita e as empresas interessadas poderão inscrever-se on-line até às 17h00 do dia 11 de Abril*,através do preenchimento da respectiva ficha de inscrição. Consulte os programas e inscreva-se ou digitando o endereço www.portugalglobal.pt/ModulosTematicos.

Para esclarecimentos adicionais, contacte o seu Gestor de Cliente ou Contact Center: 808 214 214 (só a partir de Portugal); E-mail: aicep@portugalglobal.pt

*Participação é gratuita. N.º de inscrições limitado a um participante p/empresa. N.º global de inscrições condicionado à capacidade do local de realização do evento. Prazo para inscrição será encurtado, uma vez atingida a lotação máxima dos locais de realização deste evento.

2014-04-09 11:25

 AICEP

 

HyTest takes biotech industry lead

 

HyTestSHUTTERSTOCK In celebration of its jubilee year, HyTest will present a Cardiac Marker Award of 20 000 US dollars for remarkable scientific work with cardiac markers. 

 

Turku has grown into a centre of expertise for the Finnish biotech industry. One of the success stories is HyTest, a leading biotechnology company worldwide. The company, which this year celebrates its 20th anniversary, has been a pioneer in cardiac markers, in particular.

 

The Turku-based company produces monoclonal antibodies and antigens for use as raw materials in the diagnostics industry. Even though the terminology might sound complicated, the products made from these raw materials are quite familiar, according to HyTest’s Director of Sales and Marketing, Jukka Lehikoinen.

 

— Our work benefits everyone who has ever been ill. We develop and supply raw materials for lab tests that are used, for example, in clinics to diagnose possible illnesses. One of the best-known is probably the CRP blood test, which tells a person with a cold whether their illness is caused by a bacterium or a virus.

 

A good reputation worldwide

 

Established in 1994, HyTest has gained a strong foothold in the diagnostics of cardiac diseases, in particular. The company is one of the world’s leading suppliers of Troponin I and I-T-C reagent suppliers.

 

— During a heart attack, the body rapidly produces high levels of troponin, a protein found in the muscle structure, which can be detected by a lab test. Good diagnostics saves a lot of money thanks to early detection and appropriate treatment, especially in the case of diseases caused by the excesses of modern life.

 

Lehikoinen views diagnostics as a field of the future: heart disease is one of the fastest growing diagnostics areas, as populations are ageing and lifestyle diseases are increasing also in developing countries. Therefore, the sector faces fierce competition, according to Lehikoinen. — We have been at it for a long time, largely leading the way in the industry, so we have acquired solid expertise in research and development. We enjoy a good reputation worldwide: a small Finnish supplier, we have proven to be a reliable actor.

 

Steady growth and exports

 

Instead of reveling in past glories, HyTest continuously focuses on enhancing its expertise and invests in product development. A good product is not enough – the whole palette, including delivery reliability, must be spot on. — Our position gives us an edge. Our customers will not easily switch their proven raw materials supplier, as lab tests must be approved by the national authorities. Switching suppliers is a long, hard and expensive process, and there must be weighty grounds for customers to embark on it. This brings continuity to our operations. However, we must remember that our business is largely dependent on the resources available in the healthcare sector, and they are affected by the global economic situation. So far, we can look back on a solid and steady performance, with a growth rate exceeding the industry average.

 

The group turnover for the 14-month financial year ended last December was EUR 15.4 million. The operations have always been international, with exports accounting for about 96 per cent. HyTest is doing business all over the world, in over 40 countries. The parent company is officially headquartered in Turku, but the company has locations in China and in Russia as well.

 

Good News from Finland
 
www.hytest.fi
SO