Agência Espacial Europeia lança incubadora de empresas em Portugal

AEEA Agência Espacial Europeia vai abrir uma incubadora no nosso País para apoiar empresas que apliquem tecnologia do Espaço na Terra em setores como saúde, energia, transportes, segurança e vida urbana.

A partir do próximo dia 5 de novembro passa a existir em Portugal o Business Incubation Center da Agência Especial Europeia (ESA BIC Portugal), que visa promover a criação de startups no domínio da transferência de tecnologia espacial para outros setores, como saúde, energia, transportes, segurança e vida urbana.

Nos próximos cinco anos, com um investimento de cerca de oito milhões de euros, o ESA BIC Portugal prevê apoiar até 30 empresas e criar 120 novos postos de trabalho. Este programa é gerido por um consórcio liderado pelo Instituto Pedro Nunes e que envolve o Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto e a agência DNA Cascais.

Carlos Cerqueira, diretor do Departamento de Inovação do Instituto Pedro Nunes considera que “este programa tem características únicas, dado promover o surgimento de startups baseadas em tecnologias state-of-the-art já testadas em aplicações espaciais, que dotam estas empresas do potencial para criar inovações disruptivas e talhadas para mercados globais”.

O lançamento do ESA BIC Portugal e da Plataforma Embaixadora do Programa de Telecomunicações da ESA (o programa ARTES) realiza-se no âmbito do 5ª Fórum Português do Espaço, no dia 5 de novembro, quarta-feira, a partir das 9:30 horas, no Pavilhão do Conhecimento, no Parque das Nações, em Lisboa.

É um evento, cujo programa pode ser visto aqui, organizado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia, em conjunto com o Instituto Pedro Nunes, a Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica – Ciência Viva e a Agência Espacial Europeia.

2014-10-30
AICEP

 

Comentários estão fechados.